sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Teen Wolf: evolução. (Galvanize, 03X15)

Olá estrelinhas!
O post novo demorou, mas cheeeegou! hihi
Teen Wolf (click no nome da série para visualizar o post que já fiz sobre) participou do projeto piloto do blog, e hoje vou falar com vocês sobre as mudanças que essa série teve desde a primeira temporada e a minha opinião sobre ela. É obvio que a série cresceu, e não apenas na quantidade de fãs, e sim em enredo, mitologia e personagens. O que antes parecia ser apenas uma série bobinha de lobos acabou se tornando algo sensacional. Bem... Essa é a evolução de umas das séries do projeto piloto.
----------------------------------------------------------------------------------------------------
Teen Wolf: No primeiro post que fiz de Teen Wolf a série ganhou apenas 3 borboletas brilhantes, na temporada atual a série ganharia 4 borboletas brilhantes. 
Cada personagem cresceu de um jeito incrível, a mitologia está sendo muito mais do que bem explorada e os motivos do plot são incríveis.A evolução de Teen Wolf é mais que obvia, tanto na mitologia da série, tanto em seus personagens e tanto em um plot bem mais interessante.
Stiles que no início me deu impressão de ser um completo idiota quando assisti o pilot, na verdade agora é um dos meus personagens favoritos da série. Scott ficou bonito e cresceu como personagem, seja em sua parte lobo, ou em sua parte humana, ele se tornou alguém bem melhor.
Lydia, que até então era apenas uma garota superficial ruiva, se tornou algo muito mais complexo e sofrível.
E essas são apenas algumas mudanças, essas que já fazem diferença, então imaginem tudo isso e muito mais unido? A série está mil vezes melhor do que sua primeira temporada bobinha.
A nova temporada se trata de mudanças, isso é mais do que obvio. Scott já está diferente entre seu ex relacionamento amoroso, e inclusive sua ex arqueira já está quase entrando em outro relacionamento, e ele conheceu uma moça que parece ter muito mais vindo por ai.
Alguns personagens morreram, outros tiveram sua saída estratégica, e tudo continuou na mais bela forma possível. E para mostrar toda essa novidade e toda minha opinião, assim como no episódio piloto, eu vou assistir o episódio mais recente e fazer meus comentários! MAS, dessa vez vai ser um tantinho diferente... Porque sim. Vamos lá!

Trailer da segunda parte (porque é sobre ela que vou falar) da 3ª temporada (sem legenda):

----------------------------------------------------------------------------------------------------

AVISO ESPECIAL! Antes de qualquer coisa devo dizer que este post contém spoilers sobre o enredo da terceira temporada de Teen Wolf, e graves spoilers do episódio Galvanize. Apenas avisando para que não tenha nenhum problema depois.
 Episódio 15, terceira temporada: Galvanize.

Primeiramente devo dizer que não consigo gostar do pai do Scott, o ser irritante viu? Acha que é dono do mundo e isso me irrita. E legendas não-oficiais ás vezes são sofríveis então estou feliz por essa ser bem legal.

A primeira informação que recebemos do episódio é que alguém muito perigoso precisa de ajuda médica e nenhum hospital realmente quer ajudá-lo, então... Vem pra cidade do sobrenatural meu povo que aqui a gente aceita qualquer psicopata maluco, assassino, lobo, vampiro, monstro, alienígena, isso é... TEEN WOLF! Geralmente toda série sobrenatural atraí certa negatividade para a cidade onde se passa porque só Gézuis na causa com tanto desastre que acontece junto em uma cidade apenas. Chega a ser até meio sofrível. Não, completamente sofrível.


Como todo episódio de Teen Wolf precisa ter uma "piadinha" ou algo assim, o que torna a série mais tranquila de assistir porque é sobre situações sérias, mas não deixa de ter seus momentos risos, isso é algo que gosto bastante em séries, e me deixa feliz que agora em Teen Wolf eles saibam fazer isso do jeito certo e não deixar tudo bobo demais como a série era inicialmente.
E bem, o momento risadas desse início de episódio foi o Scott assustando o Stiles com os olhos vermelhos de macho alfa, foi muito engraçado!

E logo depois o Stiles solta aquele "eu te odeio" do momento. Foi super divertido começar com algo assim o episódio. MAS, a diversão acaba ai quando a próxima cena é o pai do Scott explicando para a mãe do Scott (porque mãe e pais não tem nome nas séries, é só pai e mãe de fulano -q brincadeira, eles tem nome, mas eu vou chamá-los assim, fim.) o quão maluco o cara acidentado que está no hospital é e a quantidade de cuidado que ela deve ter com ele. Só acho que isso não faz sentido. SÓ ACHO.
Porque afinal, ela vai fazer o pré-operatório nele, eu sinceramente não gostaria de apontar um agulha se quer para um psicopata que que explodiu uma bomba num ônibus escolar e deixou 4 mortos e uma pessoa sem pernas! Isso é quase como pedir para ser assassinada porque geralmente em filmes personagens assim dão uma de eu to maluco e conseguem fugir das situações que até então são as mais protetoras possíveis, então em si isso já é um aviso para correr até chegar as colinas!
E o pior é que é Halloween! Bem, ainda não, quase. Todo mundo com o mínimo de inteligência possível sabe que no Halloween é necessário cuidado com várias situações porque além do povo adorar zoar nesse dia, também existe uma lista de possíveis desastres sobrenaturais... E ai na noite anterior ao Halloween ela vai operar um psicopata! A vida é bela gente.
Okay, PUTA MERDA, esse cara viu um lobisomem... Só pra piorar a situação.
Mas a pergunta é: o que exatamente influenciou o fato dele explodir um ônibus escolar?! O.O

E quando você acha que a cena pode ser séria, o Stiles vem com as suas caretas!
Sério, ás vezes se você pausar a cena na expressão do Stiles é muito engraçado e acaba gerando um meme. O Dylan é um ótimo ator e quando ele faz caretas acaba sendo mais engraçado do que deveria ser dshdghsdhsd
E agora o fato de um dos gêmeos estar falando sobre achar melhor morrer do que voltar pra escola, te entendendo meu amigo, a escola não é nada fácil e a opção nunca mais voltar sempre é boa. Sinceramente.
E ele ainda não gosta de matemática! CARA, te entendendo super jhnadjshnjdhnsjdssd
Brasileiros podem não ter a comemoração dessa data, mas a zoação que os americanos fazem nessa data, os brasileiros fazem o ano inteiro então não temos do que reclamar né meu povo? -q

E como episódio sem a Lydia tendo sérios problemas não é um episódio bom, lá vai ela imaginando que tem moscas onde não tem e isso é completamente sofrível.
E logo em seguida vem aquela lindeza de cena em que estão operando o homem que explodiu o ônibus com as crianças e falou dos olhos brilhando, o que afirma que ele viu um lobisomem, mas só a mãe do Scott sabe disso até então.
Nesse momento você já se prepara psicologicamente porque tudo, absolutamente tudo pode acontecer já que estamos assistindo Teen Wolf.
E OKAY, realmente aquela cena da cirurgia me deixou perturbada. Eu geralmente não gosto de cenas assim porque elas são estranhas e fazem meu estômago embrulhar (e mesmo assim assisto House porque é muito interessante, vai entender...), mas sair mosquitos de dentro de uma pessoa já é um absurdo! É obvio que querem me fazer ter pesadelos.
E agora mesmo depois de toda a evolução do personagem da Lydia e todos os fatos novos sobre ela... Há algo que ela sempre vai ser. Vadia. Oh personagem que gosta de sexo viu? Só Gézuis na causa.(O erro é proposital okay? Okay.)
OQUÊEEEEE?! O cara tava ali e eles nem perceberam? Fala sério, hormônios trazem vários problemas. Se ele não tivesse todo envolvido com a situação teria percebido com os "super poderes" de lobo que tinha mais alguém ali, mas novamente os hormônios trazem problemas em uma série adolescente, e o pior é que isso é real.
Nem sempre o melhor é ter super heróis com namoradas ou vice-versa.

Assim caras, sinceramente, fica meio difícil defender vocês com diálogos assim né. #gays
E ainda sorri igual um idiota! Mereço esses dois brizando dhnsjdhnsadsd (leia o primeiro quadrado, depois o primeiro debaixo e dái por diante, fiz a tirinha do lado errado, sorry djshndjshnajdhnsjad)
E puta merda, o cara tá juntando a abertura da cirurgia com um grampeador?!?! MEU DEUS ISSO É PERTURBADOR, e ele ainda tá com a cara toda alegre porque tá "revolvendo" o problema. E o pior é que nesse momento eu só conseguia pensar que aquilo poderia trazer uma infecção das brabas.

O divertido no personagem da Lydia em si é que ela ao mesmo tempo em que é algo sobrenatural e tem certas responsabilidades com esse fato, ela é super de boa e normal com isso na maioria das situações. E mesmo depois de descobrir o que é, ela basicamente continua a mesma, só que agora não finge que é burra o tempo todo como fazia na primeira temporada. Porque de fato a Lydia fingia que era burra para todos quando na verdade ela era muito mais inteligente do que vários ali, agora no tempo atual ela está expressando mais os fatos que sabe e deixando claro que não é burra, só que ainda continua sendo a mesma Lydia MUITO sem noção de vez em quando. Sinceramente. Ás vezes a personagem acaba até me irritando em algumas situações.

Já a personagem Allison me irrita sempre. Achava legal o relacionamento dela com o Scott e super apoiava os dois, mas sinceramente nunca gostei dessa personagem. Ela age de um jeito e então se contradiz por completo e então pira por motivos que não deveria, e quando pira por motivos que deveria acaba fazendo o errado com a raiva que tem. Não é uma personagem legal, mas o relacionamento dela com o grupo em todo atualmente não é algo ruim e ela parece bem certa no lugar onde foi colocada... Mas agora que ela pode estar começando um relacionamento com o Isaac novamente a personagem me irrita. Ela terminou tudo com o Scott, está tudo bem, obvio que o Isaac é amigo dele e isso seria estranho, mas se ela quer mesmo isso tem que parar de frescura e tomar uma decisão. Pelo menos a Lydia é certa sobre o que quer quando não é relacionado ao Stiles.
Essa personagem sempre vai ser irritante na minha opinião, mas se pelo menos parasse de frescura agora, isso já ajudaria e marcaria um ponto brilhante pra ela.
E agora voltando ao episódio...
Stiles e Lydia juntos resolvendo os problemas são geniais. Eles são os personagens mais inteligentes da série e são perfeitos quando precisam trabalhar juntos. Sem falar na química que eles tem em cena, é maravilhoso ver os dois juntos.
E lá vamos nós com a mocinha excluída que não ouviu o alarme de incêndio e agora pode morrer com uma bomba. Por isso agora uma dica básica amiguinhos: em lugares isolados e situações assim use um fone e deixe o outro fora. Caso aconteça algo você não vai ver ninguém correndo porque está sozinha, mas se tiver algum aviso que faça barulho você pode sair correndo.
Dica importante.
E sério, depois de alguns minutos do episódio você já tá pensando nisso: esse cara tá virando o que? Uma super mosca?
Porque literalmente a coisa já está começando a ficar sofrível. Já estava sofrível desde o início, mas uma mosca gigante ou um homem mosca sempre deixam as coisas mais horríveis. E o que é ainda mais estranho, porque ele estava justamente observando a Kira? Ele pode estar atrás dela pra matar, sim, certo, mas porque? Ele não teria como saber que ela é "importante" pro Scott que é um lobisomem, ela precisa ter algo a mais nessa situação. Sempre desconfiei dela. Enfim...

Scott ganhando comidinha na boca, é, acho que sushi não foi a melhor opção de comida que um pai pensaria para trazer alguém que nunca comeu sushi até a própria casa pra jantar. Sendo que o garoto é justamente quem sua filha gosta.
Pois é, pai do ano esse dái. -q
E agora a fofura de Lydia e Stiles juntos, a pergunta é: como não shipar esses dois? Eles são muito perfeitos juntos.
Sério Lydia, se você não quiser o Stiles deixa pra mim que eu quero porque oh meu Deus que namorado mais perfeito ele seria, sério <3
E agora vamos sofrer com o Scott quase morrendo porque comeu demais aquela coisinha verde que mata você de tão forte <3 Eu não deveria me divertir com isso dhjsahnjdhnsajdsd
Não gosto de sushi, mas sei que essa coisinha verde (wasabi) é destruidora! ELE PENSOU QUE ERA GUACAMOLE, ai inteligência kkkkkkkkkkkkkkkkk isso é mexicano ser-não-totalmente-humano! kkkkkkkkkkkkkkk

Stephane Lopes, adivinhando o enredo das séries desde 1997. hahaha
Bem, a essa altura ainda não sei o motivo exato dela ser a vítima dele, mas ainda assim é legal adivinhar algo antes dele realmente acontecer.
Derek não apareceu muito no episódio, mas introduziu o plot secundário que com certeza vai ter interação com o plot central, e a cena dele olhando o lobo, ou loba no caso, foi realmente um momento bem dramático e também foi uma imagem bonita e assustadora.


Foi diferente e legal.
Não gosto muito da personagem da Kira, acho ela bobinha demais e o Scott e a Allison tem muito mais química que ele e a Kira, mas se os dois começassem um relacionamento não seria tão ruim. Mas, sei lá, acho que nesse momento o Scott deveria permanecer como está, e se fosse ter um par romântico precisava ser alguém diferente entendem? Alguém decidida, alguém que fizesse as coisas acontecer e não uma tímida, fofa e meiga, acredito que tinha que ser uma personagem mais forte e que realmente quisesse e pudesse fisicamente e psicologicamente estar em um relacionamento com alguém como ele. Penso assim sobre o relacionamento dele com a Kira, é sem graça. Podiam colocar uma personagem mais interessante para ser par romântico do Scott, tá que ele é um lesado de vez em quando, mas ele é um personagem forte e bondoso, não merece essas coisinhas sem graça que arrumam pra ele. Pelo menos a Allison era alguém que lutava pelo o que queria mesmo que estivesse errada, já a Kira não vejo graça nela. Realmente gostaria de um par romântico do Scott firme e com uma personalidade forte, e não assim como a Kira é.

E na cena seguinte quando você acha que FINALMENTE vai ter alguma decisão da parte do Isaac e da Allison, e realmente vai... O pai dela chega. Oh coisa linda da vida de adolescente na TV!
Entrei em depressão aqui por eles. A vergonha que isso deve ser meu povo!
E a frase do pai dela foi ÓTIMA. 
(Logo abaixo em tamanho especial porque essa merecia um espaço de quote especial.)

Alisson. Posso vê-la no meu escritório? ... Onde eu guardo minhas armas. – Chris Argent

Os desastres alheios... SOFRÍVEL!!!
E ainda mais engraçado ele gritando com ela "OUTRO LOBISOMEM?!" ai como eu sofro djshndjajdsahndjshnajdsad
Sinceramente, PRECISO ver o Stiles e a Lydia juntos porque eles funcionam perfeitamente quando estão juntos, é quase como se fosse necessário que eles ficassem juntos. Meu lado shiper se aproximando do post galera, cuidado! -q
E então pouco antes do fim do episódio Lydia gritando como nunca dando motivos para o ser sobrenatural que ela é, e foi legal que o Stiles incentivou ela a fazer isso porque isso é o que ela é e isso é o que vai fazer as outras coisas funcionarem, pelo menos na minha opinião. Pela primeira vez ela realmente "sabia" o que estava fazendo.
E então após o homem ter levado a Kira, a cena dele explicando a situação faz você realmente saber que ele tem sérios problemas mentais por algo que realmente existe, mas que ele confundiu com algo que viu em um filme, ninguém acreditou nele e então ele ficou maluco. No início de Teen Wolf ninguém pensaria num enredo tão interessante e em motivos tão bem feitos, a série evoluiu MUITO nos últimos tempos.
E algo que não comentei sobre antes é que é muito legal perceber onde o título do episódio se encontra com o enredo e como isso acontece com perfeição. É legal. MUITO legal.

O momento em que você percebe que não gosta de um personagem é quando um psicopata tenta matá-lo e você torce para que o personagem morra. Sério, a Kira me irrita. '-'
E agora ela tem super poderes! Ah, maravilha, a personagem que menos gosto ganha super poderes. Que legal! Palmas pro roteirista dessa série.
Ela me irrita porque é legalzinha demais, bobinha demais, fofinha demais, personagens assim me irritam. Simples.
Depois de ficar decepcionada porque a personagem chata não morreu, acabei ficando um tanto sem reação aos super poderes dela porque agora ela se tornar uma personagem importante e eu não gosto nadinha disso.

E além disso, esse super poder dela fez muitas perguntas virem a tona e o real plot da segunda parte da terceira temporada também.
O que exatamente esse poder em base de energia é? O quê atacou o Isaac na cena final? O que podem ser exatamente esses seres atrás das máscaras e como eles entraram no quarto? Muitas repostas sobrenaturais podem vir desse fato porque existem muitos contos e coisas antigas que falam de seres da escuridão ou algo assim, e Teen Wolf está sendo surpreendente nessa última temporada então podemos esperar de tudo. Desde uma garota com super poderes de energia até um homem com moscas no estômago. Sem comentar que no episódio anterior "pessoas" se formaram de vaga-lumes se não me engano saindo do Nemeton porque alguém puxou fora uma plantinha, seriam esses seres que estavam usando máscaras e atacaram o Isaac na cena final? É uma boa opção. Muita coisa ainda está por vir antes do fim da temporada e eu estou suuuuper ansiosa para assistir os próximos episódios!

E agora para fechar o post da melhor forma possível, o fato de que chegamos finalmente ao que foi passado no trailer da segunda parte da terceira temporada ajuda a explicar um pouco o fim do episódio... Ou seja, resumindo com uma frase dita no trailer...

Darkness…Absolute Darknes.


----------------------------------------------------------------------------------------------------
E vocês, o que esperam dos próximos episódios de Teen Wolf? Assistem a série? Não? Ficaram interessados por causa do post? Corre pra assistir porque vale muito a pena =)
E bem, esse foi o post de hoje, um estranho tipo de review do episódio mais recente de Teen Wolf! Espero que tenham gostado! E... Vejo vocês no próximo post.
xx
Stephy.
(E agora um momento especial para... Feliz aniversário atrasado pra fofa da Isabelle! Muitos anos de vida e muito Harry Potter pra ti bebê! <3)

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

#SherlockLives: R.I.P MOUSTACHE, we will always remember you.

Olá estrelinhas! PRIMEIRO POST DO ANO, UHULLLLL \Õ/
E como fiz ano passado... Só que agora meio modificado...

2014!!!

Minhas cores favoritas pra desejar sorte e um lindo ano novo para vocês! *---*


Feliz ano novo meu povo! E... (O feliz ano novo especial de todos está aqui, click e leia.)
Acredito que todos sabem que nesse blog a única coisa normal é o tema, já que o nome dos posts é sempre diferente, e o conteúdo também. Afinal, só fiz três resenhas com real nome de resenha, e elas eram estranhas e limitadas. E hoje eu estou aqui para pirar um pouco mais (oh, isso é possível? é.) sobre a volta de Sherlock!
Vou falar minha opinião sobre The Empty Hearse, o primeiro episódio da terceira temporada de uma das melhores séries existentes!
E também quero avisar que não vou estar fazendo mais os vídeos de Harry Potter, pelo menos não agora, mas quem sabe mais pra frente... E que o post do diário que citei aqui não vai ser postado tão cedo por motivos de: eu não quero. E então é isso.
E agora se inicia... O meu não-review de Sherlock, The Empty Hearse, ou como resumiria perfeitamente esse momento...

 Voltou, não jogou xadrez, eu ri, apanhou do Hobbit e... Épico.

Títulos grandes e chamativos são legais. Agora vamos lá.
Primeiramente devo dizer que eu baixei o arquivo como "S3X1" e só depois percebi que Season, 3, x que geralmente é colocado para dividir e abreviar a temporada e o número de episódio da série e 1, na verdade formavam uma palavra. Sexy. Isso foi totalmente engraçado.
Segundo, FEELS!!! E terceiro... SPOILERS. Se você continuar depois do aviso SPOILERS em vermelho bem grande, qualquer coisa que se passe por sua mente depois disso é totalmente sua culpa. Sou inocente e bom exemplo, agora vamos lá. SPOILERS. Última chance. 
E um pequeno aviso... As imagens estão pequenas para organização, mas se quiser vê-las em tamanho maior é só dar um click sobre elas. E as imagens nem sempre estão em ordem de tempo do episódio.

Primeiro devo dizer... Teorias. Devem ter entrado em uma fanpage de Sherlock, lido todos as teorias dos fãs e feito esses fãs do episódio serem exatamente como os de verdade porque... GÉZUIS AMADO, essas teorias estão no nível de maluquice e talvez faça sentido dos fãs.
E devo dizer que achei super engraçada a outra teoria que vem mais pra frente do episódio, a teoria da parte do fandom que pra tudo é sinal de um ship homosexual. Ás vezes vocês exageram.
E sobre a imagem mais abaixo... Olha o cabelinho do Sherlock dhsudhnushdusdud achei isso tão engraçadinho, ele parecia um náufrago que sofreu anos em uma ilha e ai chorou quando perdeu sua bola que na verdade era um super amigo dele na volta pra casa e que me fez querer chorar com ele... Não, pera, isso é um filme. Um filme que se chama Náufrago
Último comentário sobre essa cena: O sorrisinho foi um amor <3
Voltando a parte técnica, o episódio já começou de uma forma que praticamente acalmou a ansiedade toda dos fãs que esperaram taaaaaanto como eu! Foi um inicio divertido, e também interessante de se ver exatamente pela situação que citei mais acima. O fato das teorias que foram geradas durante esses dois anos de espera.
Watson sofrendo foi tão awn, porque ele realmente sente falta do amigo completamente maluco que dividia um apartamento com ele! E lá no fundo ele sabia que algo poderia trazê-lo de volta, e ao mesmo tempo, super na normalidade ele sentia raiva de que se isso chegasse a acontecer, ele foi enganado afinal. É uma coisa bem humana que o Sherlock ás vezes não percebe que não expressa, e isso acaba criando uma visão de diferença entre eles, e que mesmo de ambos os jeitos, um mais humano e sentimental, e outro mais maluco e sem muitos abraços, ambos se importam um com o outro.


Depois de algum tempo se tornou impossível não implicar com o bigodinho sem noção do Watson.
Essas imagens não são seguidas no episódio porque resolvi fazer montagens só em alguns momentos e nesse em especial eu acabei pegando só a imagem da frase do Sherlock, mas realmente... Não implicar com esse bigodinho é impossível! Então relembrar uma zoação básica é ser feliz. hehe

Esse momento da imagem ao lado é aquele que deixa claro que as pessoas realmente não observam porcaria nenhuma ao seu redor, e que se observassem veriam tantas coisas quanto o Sherlock.
O melhor amigo não-morto dele está bem ali falando de champanhe com um óculos e um bigode - melhor que o do Watson, e é de caneta e mal feito então a coisa tá feia pro bigodudo - de caneta! DE CANETA, e uma gravata borboleta, tipo... É só olhar pra ele que a pessoa vai saber quem é!
Mas, ele estava tão nervoso com a situação toda de pedir a sua amada em casamento que não prestou atenção em nada realmente, mas e se fosse um assassino Watson? Ele teria te matado na hora pela sua falta de atenção! Se bem que...
Você é muito bom em defesa pessoal Watson. Muito bom. E em dar cabeçada no amigo que forjou a própria morte e depois voltou como se tudo estivesse bem você é melhor ainda, ninguém jamais poderia fazer melhor! (Até porque meus amigos fazem muito isso né, os amigos de todo mundo... Super normal.)
Alguns já tinham imaginado que aconteceria algo parecido quando Sherlock aparecesse depois de tanto tempo para ele, e de fato pra mim foi uma das melhores opções de reação possíveis. Ao mesmo tempo em que deu claramente para ver o quão irritado ele estava com isso e foi muito humano, foi super engraçado em certo ponto, não de gargalhar, mas divertido. E a Mary foi um amorzinho nesse episódio, gostei dela em Sherlock e até agora não mudei de opinião. Triste se ela tiver o mesmo final dos livros.

Outro momento super legal foi esse em que ela realmente deixa claro que entende Sherlock, e sabe que mesmo em suas maluquices e forma diferente de ser ele se importa com o homem que ela ama, e também foi algo divertido de se ver. Outra coisa dessa série que a torna tão genial, não é apenas sobre situações dramáticas e com super cenas, também há um humor negro nela e situações que te fazem pensar bastante. Nesse caso o que Sherlock disse me fez pensar em uma coisa bem filosófica, ninguém realmente sabe tudo sobre os humanos como dizem saber. Afinal, todos são diferentes e isso os torna confusos, e nem sempre outro humano que se diz seu amigo tem vontade de ler o livro inteiro para chegar a receber a conclusão. Então em certo ponto, Sherlock só é diferente porque ele demostra o que todos por educação acabam não demostrando. E uma dessas coisas é curiosidade.
E há também aqueles momentos em que ele se importa, mas não quer que saibam disso. E essas pequenas coisas o tornam um humano, não tão humano. E isso o torna incrível.

Esta imagem só está aqui porque achei
fofinho o fato da Mary ler o blog
do Watson sobre Sherlock, e ainda
dizer tudo em voz alta e estar de pijamas
e meias. Se as meias fossem coloridas
ia achar mais fofo ainda.
O episódio foi se tornando uma certa piadinha com alguns assuntos, e mesmo assim pude ver que aquilo na verdade eram sentimentos muito profundos. Foi divertido ver o Watson trabalhando agora em situações tão constrangedoras e MUITO divertido vê-lo achar que um dos paciente mais maluquinhos na verdade era o Sherlock fantasiado, e deixando bem claro que ele estava ali pensando no Sherlock o tempo todo, porque afinal, ele é seu melhor amigo, sempre vai ser. O maluco da Baker Street sempre vai ser o seu melhor amigo, e mesmo ele negando isso, sua mente ainda dizia que na verdade ele não deveria negar esse fato.
Gostei bastante de como eles levaram esse fato tanto nele quanto em Sherlock que meio que brigava com sua própria mente com fatos que o Watson teria em mente, quem diria... (Disse muito a palavra fato agora, mas tudo bem.) O grande Sherlock Holmes sentindo falta do seu amigo humano normal, do seu jeito maluco, mas sentindo falta.
E isso é legal! Todos os estranhos também sentem, mas de seus jeitos estranhos, e suas maluquices fazem total sentido em suas mentes, só que quando ditas em voz alta... Ninguém entende. Mas, elas continuam fazendo muito sentido em suas mentes, falei isso hoje para a minha mãe, mais do que entendo essa situação.

O casaco <3
Só tenho isso a dizer sobre essa cena.
Ela foi muito legal. Muito. Muito mesmo.
E agora chegamos um dos motivos de parte do subtítulo deste post.
Todos achando que eles estavam jogando Xadrez, e então de repente... Não é nada disso! Foi uma piadinha tão boa que acabou sendo apenas uma ironia divertida, e isso faz sentido. Embora estranho.
Mais uma vez a normalidade da família Holmes é questionada, e nesse episódio também conhecemos os pais de Sherlock! Que fofinhos... E que normais.
Foi divertido ver aquela situação e foi um tantinho engraçado - NÃO DEVERIA, mas pra mim foi - ver o Sherlock com vergonha da normalidade dos pais os expulsando da casa.
Poxa Sherlock! Não é certo fazer isso com os pais! Principalmente quando eles são tão fofos e queridos contigo! Mas, esse é o Sherlock, e o legal foi que os pais conhecem o filho que tem e sabem que mesmo no jeito diferente dele, ele se importa. Assim como com o tempo Watson percebeu, mas ainda duvida. Diferente dos pais que conhecem os filhos desde sempre e isso foi muito fofo e legal de ver, mesmo em tão pouco tempo. =/
Watson em perigo foi completamente sofrível! Sofri muito com ele tentando gritar e não sair nada, sei como é isso e não é nada bom, principalmente em uma situação em que você depende disso, e não tem como gritar. Pude sentir o desespero dele e fiquei brava com o pai daquela criança por simplesmente ter ignorado o comentário dela!
Porque esse povo costuma fazer isso? Se os pais ouvissem mais seus filhos muitos desastres não aconteceriam. O Watson poderia ter morrido! (Não chamei ele nenhuma vez de John, que estranho '-')
OS PARCEIROS DE CRIME, opa, os parceiros de resolver crimes estão de volta! \õ/
O Watson e sua normalidade lerda, e o Super Sherlock! -q
Nesse episódio Sherlock sofreu de algo muito normal, olhar e por nervosismo ou curiosidade extrema que te faz pensar e mil possibilidades você acaba não vendo algo muito importante, algo que responderia a maioria de suas perguntas. Foi legal mexer com isso, e a forma de dedução do Sherlock nessa temporada continua sensacional. Conseguiram manter a mesma linha mesmo depois de dois anos sem a série.
Tem que confiar MUITO em um amigo para poder sair andando pelos trilhos em busca de um vagão que na verdade tem uma grande possibilidade de explodir e matar todo mundo.
O suspense nos últimos minutos do episódio começaram a me deixar ansiosa, e nervosa. Realmente queria saber o que ia acontecer e entre mil teorias prestar atenção em tudo ficava cada vez mais difícil. E BOOM! Entre as luzes de duas lanternas os fatos começaram a vir! E mesmo assim não havia nada além de alguém querendo ser um terrorista e uma super bomba! UMA GIGANTE LINHA DE SUPER BOMBAS!

Porque você é Sherlock Holmes, você é tão esperto quanto diz ser. – Watson

O momento em que a bomba foi ativada... Foi pura emoção! De alguma forma você sabe que eles vão passar por isso, mas mesmo assim ver a situação inteira é interessante e te faz pensar em como exatamente eles vão passar por isso.

Você é o melhor e mais sábio homem que eu já conheci. – Watson

A situação parecia infinita e eu já estava começando a me preocupar e pensar em milhões de opções de como desligar uma bomba e estava quase na área "virei um esquadrão anti-bombas" de tanto nervosismo, não sabia o que esperar, só tinha certeza que logo Sherlock teria uma ideia maluca que salvaria o dia novamente, tinha isso em mente dede o início, mas essa frase do Watson como se ele estivesse dizendo um estranho tipo de adeus foi dolorosa demais de ouvir, sérião. Foi triste.
E ai tudo apagou e eu fiquei meio... O QUÊ?
Fiquei esperando o momento em que tudo voltaria e estava quase entrando em desespero profundo! A bomba não podia ter explodido os dois protagonistas, isso seria pior do que o final de Titanic! E de fato, eles não morreram e eu estava pensando meio que... BBC mais troll impossível. SÉRIO, os diretores e roteiristas das séries que conheço da BBC são tão trolls que chega a ser difícil de acreditar. E são os reis do eu vou deixar o fandom em lágrimas.
Foi completamente sofrível.
Estamos em uma cena completamente sofrível e de repente estamos na explicação da falsa morte! Sem saber como terminou a outra cena completamente sofrível! É sério, foi sacanagem colocar tudo desse jeito, e mesmo assim foi sensacional!
E mesmo ainda pensando na cena anterior o fã do Sherlock pedindo desculpas desesperado foi tão sofrível, o personagem foi bem explorado como um fã e se tornou algo divertido de assistir, fiquei triste por ele por alguns segundos e achei uma fofura o Sherlock tentando consolá-lo.
E sobre o desfecho no vagão do trem... SHERLOCK DESGRAÇADO, sinceramente estava esperando uma situação exatamente assim porque essa era uma das minhas teorias principais, mas foi tããão sofrível ver que eu precisava dizer isso.
Coitado do John!
Foi simplesmente o Sherlock sendo Sherlock.
E Molly... Você não seguiu em frente.
E MULHER, tu tem sérios problemas pra arranjar namorado! Só atrai confusão e gente maluca, vai procurar um tratamento!
E sobre o fato de que mesmo que tenham explicado uma suposta forma de como Sherlock Holmes sobreviveu a queda, é tão simples que chega a ser difícil de dizer se seria possível e é bobo em certo ângulo então isso te faz realmente questionar sobre o assunto. Não pode ser isso! E outras milhões de teorias vem a mente, e então... Pode ser isso! E você se confunde ainda mais. Na minha opinião foi simples demais e precisaria de muita sorte pra realmente dar certo, e se houvesse um simples erro?

Tudo acabaria ali mesmo! Então é meio que como se estivesse realmente em aberto como Sherlock sobreviveu, e acho que dificilmente eles vão querer falar sobre isso, até porque nos livros se não me engano nada foi explicado, não sei dizer porque não li todos os livros da coleção, e de qualquer forma Um Estudo em Rosa foi baseado em Um Estudo em Vermelho e tem poucas coisas realmente parecidas.
Não há como ter certeza se essa vai ser uma pergunta eterna sem reposta, se já foi respondida ou foi apenas um truque ou se vai ser respondida mais para frente. É tudo muito confuso e isso me deixa ainda mais ansiosa pelo próximo episódio dessa série incrível que Sherlock é!
E o mais legal de se essa explicação é verdade foi algo comum e simples, nada super difícil como acreditávamos que seria, foi algo que precisou de muita gente e boa execução. E mesmo simples, foi genial porque se algo não tivesse sido pensado corretamente e executado corretamente, mesmo que algo muito pequeno, o plano iria abaixo. Foi simplesmente muito, muito, muito bem pensado, mas ainda fico confusa sobre isso.
Ao ler os comentários sobre vi que a maioria concorda com o fato daquela ter sido a real explicação, mas de alguma forma eu vi uma dúvida ali e pode ser maluquice, mas sei lá... Acho que depois de tanto tempo esperando que Sherlock voltasse acabei criando ideias demais e agora tudo que parece bom demais para ser verdade, me trás teorias de que não é.
Este episódio em particular teve momentos para todos os lados do fandom mesmo em ilusão então foi realmente legal. Teve até as viagens na maionese do fandom!
Enfim, de qualquer forma essa é a minha opinião sobre o assunto e... Sherlock é simplesmente sensacional. Cada temporada se supera mais e os hiatus acabam valendo MUITO a pena. SUPER ansiosa para ver o próximo episódio!
E para fechar o post com chave de ouro...

R.I.P MOUSTACHE, we will always remember you. You was funny.
(E todos vão fazer o Watson lembrar de você para sempre também.)

Então é isso. Esse foi o primeiro post do ano!
Espero que tenham gostado, e... Vejo vocês no próximo post!
xx
Stephy.
(OHHHH DOCTOR, vem cá que eu preciso de um favor... Me leva lá pra domingo que eu quero assistir o episódio novo de Sherlock logo, por favor.)